Home

Artigo seleccionado pela IUPAC (Union of Pure and Applied Chemistry) como entre os mais destacados com autores Brasileiros na área Fisico Química publicados na ACS-J. Phys. Chem. C  durante o ano 2016. Julho 2017 – São Paulo, Brazil – www.iupac2017.org.  http://pubs.acs.org/page/vi/iupac2017

ACS Publications is excited to celebrate the collaboration between IUPAC and the Brazilian Chemical Society to bring thousands of researchers from around the world to São Paulo in July for the 46th World Chemistry Congress of the International Union of Pure and Applied Chemistry (IUPAC-2017). ACS Publications joins this important celebration by highlighting outstanding work from authors in Brazil in a portfolio-wide virtual issue. We hope you enjoy reading the selected articles and encourage you to participate in the many fantastic symposia offered at IUPAC-2017!

Link ao Artigo http://pubs.acs.org/doi/10.1021/acs.jpcc.6b00900

O trabalho foi parte do mestrado do estudante Juan Manuel Orozco Henao. Finalizado no ano 2016. Atualmente realizando doutorado no IFLP/Argentina.

 

Revista FAPESP destaca artigo publicado em Nature Communication/Nature: Físicos descobrem vibrações inesperadas em nanomaterial. Julho 2016. http://revistapesquisa.fapesp.br/2016/07/14/fisicos-descobrem-vibracoes-inesperadas-em-nanomaterial/

 

Um grupo de físicos brasileiros observou pela primeira vez em detalhe como os átomos vibram nas bordas de um material de dimensões nanométricas feito exclusivamente a partir do elemento químico fósforo. Conhecido como fósforo negro, esse material não é encontrado na natureza. Foi sintetizado pela primeira vez em 1914, mas suas propriedades com potencial aplicação em nanotecnologia só começaram a ser descobertas um século mais tarde.

Link ao Artigo: https://www.nature.com/articles/ncomms12191

Revista FAPESP destaca artigo publicado em Scientific Reports/Nature: Cozinha molecular. Janeiro 2015. http://revistapesquisa.fapesp.br/2015/01/19/cozinha-molecular/

A revista FAPESP destacou o trabalho publicado na Scientific Reports/Nature sobre sintese de um novos material composto por um core de prata e um shell de oxido de ferro. O trabalho foi parte do mestrado da estudante Maria Eugenia Fortes Brollo. Finalizado no ano 2015. Atualmente realizando doutorado no ICM/Espanha.

Link ao Artigo: https://www.nature.com/articles/srep06839

 

 

 

 

Trabalho de pesquisa é destaque no Jornal da Unicamp:Físicos produzem ‘tijolo’ de prata  e magnetita em escala nanométrica. Março de 2015 http://www.unicamp.br/unicamp/ju/621/fisicos-produzem-tijolo-de-prata-e-magnetita-em-escala-nanometrica

Pesquisadores do Instituto de Física Gleb Wataghin (IFGW), da Unicamp, conseguiram um feito inédito de nanotecnologia, produzindo minúsculos “tijolos” de prata revestidos de magnetita, um óxido de ferro notável por suas propriedades magnéticas. Antes do processo desenvolvido na Universidade, tentativas de unir prata e magnetita em escala nanométrica haviam produzido apenas dímeros – partículas formadas pela justaposição dos dois metais, unidos por uma superfície de contato – e estruturas chamadas pelos pesquisadores de “flower” (“flor”, em inglês) com um miolo de prata cercado por “pétalas” de óxido de ferro.

 

 

Este site não é uma publicação oficial do IFGW, acesse www.ifi.unicamp.br para a versão institucional.
A responsabilidade por seu conteúdo é exclusivamente do autor.