Início

“Praia do Góes”  é um projeto que nasceu do meu Trabalho de Conclusão de Curso de pós-graduação Lato Sensu em Jornalismo Científico do Labjor (Laboratório de Estudos Avançados em Jornalismo) da Unicamp  intitulado “O conteúdo científico e o contexto social nos experimentos dos laboratórios de ensino de graduação”. O objetivo principal do projeto é mostrar em vídeo o experimento e a sua contextualização histórica. São alguns experimentos que fazem parte das disciplinas de Física Experimental Básica do IFGW/Unicamp. Acrescentem-se ainda os vídeos de utilização de materiais e equipamentos. 

 

 
Breves explanações talvez desnecessárias
  • A real praia do Góes fica no Guarujá, litoral de São Paulo. Ela é conhecida por esse nome desde o século XVI. Atualmente a praia do Góes sofre com diversos problemas ambientais. Você pode vê-la aqui ou  aqui.
  • Aos lusófonos de ultramar (eu também o sou, porém do lado de cá do mar salgado) explique-se que a palavra “praia” aqui é usada coloquialmente como “área de conhecimento” ou “ramo de atividade”. Por exemplo: “Tá pensando tanto nesse problema, cara? Fale com o Zé, esse assunto é a praia dele”, ou seja, “Estás a pensar tanto nesse problema, ó pá? Fala com o José, esse assunto é a área dele”.
  • O desenho da praia acima (ou abaixo) não é um óleo sobre tela nem tampouco um van Góes. Trata-se apenas de caneta preta sobre folha do tão conhecido caderno de relatório dos estudantes que fazem as disciplinas de laboratório do IFGW. O sol estilizado lembra o logotipo da Unicamp. Tive de espremer o desenho pra caber no cabeçalho do WordPress. Aqui está minha arte original:

iniciado em 05.10.2012

 
contador de acessos 
contagem desde 26.01.2017

Este site não é uma publicação oficial do IFGW, acesse www.ifi.unicamp.br para a versão institucional.
A responsabilidade por seu conteúdo é exclusivamente do autor.