Boa iluminação

    Se o mundo fosse subitamente privado dos benefícios da iluminação, a sociedade moderna ficaria destroçada. De fato, sem a luz artificial o tráfego noturno seria perigoso, o papel da industria e comércio nas economias seria severamente afetado, as taxas de criminalidade subiriam, a vida doméstica seria reduzida ao nível primitivo e os tempos livres não mais proporcionariam o prazer que hoje oferecem.
        A luz artificial tornou-se de fato imprescindível para a criação das melhores condições de trabalho e de ambiente, tornando ainda mais seguras e confortáveis as nossas vidas. Em resumo, a iluminação em relação ao bem estar humano tornou-se um fator importante na qualidade de vida, e um direito indiscutível das pessoas.
     Fazer melhor, não significa fazer com menos
        A iluminação é um modesto consumidor de energia. De fato, é responsável por apenas 4% do total de energia primária consumida no mundo.
        A energia elétrica necessária para alimentar um aspirador elétrico de 1000w durante uma hora é a mesma que seria necessária para manter ligada uma lâmpada PL* 13W - que proporciona o mesmo fluxo luminoso que uma lâmpada incandescente de 60W durante aproximadamente 75 horas !
        No entanto,  muitas pessoas persistem na idéia de que a iluminação é o maior consumidor de energia. Infelizmente, esta idéia errada é frequentemente alimentada por conselhos incorretos sobre energia,  prestados por autoridades responsáveis e bem intencionadas.
        Alguns setores industriais, como a industria de iluminação, tem aumentado significativamente a eficiência e poupança de energia dos seus produtos, durante os últimos 40 anos. Por exemplo desde 1950, esta industria conseguiu aumentar a eficiência das lâmpadas de descarga  a vapor de mercúrio a alta pressão em 65%, das lâmpadas fluorescentes em 80% e das lâmpadas de descarga a vapor de sódio em 115 %. Além destas evoluções, foram desenvolvidos um número considerável de novos produtos de iluminação para poupança de energia. Foi possível reduzir o consumo, sem diminuir os enormes benefícios de uma boa iluminação.
   
philips3
Idade e quantidade de luz
     Há uma relação bem definida entre a idade do Homem e a quantidade de luz necessária no desempenho de uma tarefa.  Como  pode se observar pela tabela abaixo, uma pessoa de 60 anos necessita aproximadamente 15 vezes mais luz do que uma criança de 10 anos para as mesmas circunstâncias:

.    Iluminância relativa necessária aos vários grupos etários

.

Aos 10 anos de idade 1
Aos 20 anos de idade  1.5
Aos 30 anos de idade  2
Aos 40 anos de idade  3
 Aos 50 anos de idade  6
 Aos 60 anos de idade  15
 
Alguns exemplos de níveis mínimos recomendados para iluminação interior

.

Lux Área de atividade
100 Áreas de circulação -  Corredores
200 Fundições , serrarias
300 Salas de aula, salas de conferências, Trabalho grosseiro
500 Laboratórios, livrarias, salas de leitura, escritórios, salas deinformática, lojas self service.
750 Trabalho fino, por ex. eletrônica e salas de desenho.
1000 Salas de inspeção médica local, retoques, gravação trabalho de precisão.
2000 Gravura em cobre e ferro
30000 Locais de operações cirúrgicas
    ..
Requisitos da iluminação:
    1- Quantidade de luz
    O olho humano - esse engenhoso órgão sensorial - é uma das maravilhas mais precisas do corpo humano . sem ele, a luz não teria significado. As tarefas visuais desempenhadas pelos nossos olhos são tão diversas como as atividades do homem. Podem estar relacionadas com a produtividade, a segurança, o laser, a exposição e venda, a aquisição de informação, ou para a criação de uma atmosfera apropriada. Nestas e em outras circunstâncias, a quantidade de luz - medida em lux deve ser orientada especificamente para a superfície que pretendemos ver.  Quanto menor for o detalhe ou mais baixo o contraste, maior quantidade de luznecessitam os nossos olhos para o seu difícil trabalho. A iluminação deficiente tem um efeito negativo no bem estar humano, além de conduzir a umaexecução ineficiente ou perigosa das tarefas humanas.
    2 - Uniformidade da iluminação
    A distribuição adequada da iluminação é muito importante para o desempenho e conforto visuais. O contraste demasiado produzirá um efeito de agitação que por vezes, pode ter resultados desastrosos no que diz respeito ao desempenho visual. Por outro lado, sombras em demasia não proporcionam boa impressão tri-dimensional realativamente a pessoas e objetos, tornando mais dificil a sua identificação. É necessário um equilibrio sensível, isto é, evitar uma iluminação direcional muito difusa, ou demasiado forte.
    3 - Ofuscamento
    O ofuscamento, quer direto da fonte de luz, quer refletido - resulta normalmente em desconforto ou, em casos extremos, pode conduzir à incapacidde de visão (ofuscamento provocado por faróis de autómovel). O ofuscamento desconfortável é geralmente experimentado por pessoas expostas a um pequeno ofuscamento durante períodos de tempo prolongados. É frequentemente acompanhado por sensações de fadiga ou dor de cabeça, sem que a pessoa identifique a causa . Pode por exemplo, resultar de uma instalação de iluminação com lâmpadas fluorescentes desprotegidas montadas em trilhos.
    4 - Reprodução de cor
    As cores dos objetos que nos rodeiam, são parcialmente determinadas pela natureza da luz sob a qual são vistas. O modo como a luz reproduz as cores designa-se por REPRODUÇÃO DE COR.
    A luz produzida por algumas lâmpadas é semelhante à luz do sol, cuja reprodução de cor para nós, é "verdadeira". Outras lâmpadas produzem luz que torna dificil a distinção entre as cores. Este fato deve ser considerado quando da seleção de uma fonte de luz, pois a reprodução de cor necessária, varia de aplicação para aplicação. Há casos em que é importante ver as cores tais como à luz do dia, como nos hospitais, trabalhos de impressão e museus.
na industria bastará,  muitas vezes, poder discriminar as cores entre si. De modo geral, os escritórios necessitam de uma boa reprodução de cor, não só para as tarefas visuais, mas também para a criação de uma atmosfera agradável.
        Isto é extremamente importante em locais de encontro e diversão, tais como restaurantes. No caso de iluminação pública e iluminaçõo de segurança, não ha normalmente grande necessidade de reconhecer as cores. É mais importante nesta aplicação poder reconheceros detalhes dos objetos iluminados.
    Lâmpadas x Velas
    Para produzir 1000 lumens num período de 1000 horas, seriam necessárias 11000 velas.
    Uma lâmpada incandescente de 75w que tem duração de 1000 horas produz 960 lúmens. Assim para obter quase o mesmo fluxo luminoso no mesmo período, necessitaríamos apenas de uma lâmpada incandescente.
    Tendo em vista os custos da lâmpada, das velas e os custos de energia, isto significa que iluminar com velas hoje em dia é 500 vezes mais caro do que com lâmpadas.
    De 3 a 200 lumens por Watt
        A lâmpada de Edison proporcionava apenas 3 lm/w e convertia apenas 0,56% da energia elétrica em luz visível. As lâmpadas incandescentes atuais produzem até 22 lm/w, o que corresponde a um aumento de 600 %.
        No entanto, mesmo a lâmpada incandescente atual é a menos eficiente das fontes de luz elétrica, pois gera  mais calor que luz. Para sermos exatos 92 % de energia térmica e 8 % de energia luminosa.

philips7

Lâmpada de Edison

philips6

Lâmpada SOX .Compare a eficiência

Incandescente 15lm/w
Luz Mista 27 lm/w
Mercurio 55lm/w
Vapor de sodio 122 lm/w

philips2

. Informações obtidas no Catálogo da PHILIPS - Iluminação Sites que auxiliam o Consumidor a escolher Lâmpadas e Sistemas de  Iluminação: Aprenda a escolher a lâmpada para sua residência: http://www.lighting.philips.com/brasil/homelighting/hl_conc_bas.htm Guia completo da iluminação de ambientes residenciais: http://www.lighting.philips.com/brasil/homelighting/ Um dos melhores fabricantes de lâmpadas *Fluorescentes Compactas* no Brasil: http://www.taschibra.com.br/

Este site não é uma publicação oficial do IFGW, acesse www.ifi.unicamp.br para a versão institucional.
A responsabilidade por seu conteúdo é exclusivamente do autor.